19 janeiro 2014

Resenha: Extraordinário


Extraordinário
R. J. Palacio
Tradução: Rachel Agavino
Editora: Intrínseca

“August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso ele nunca frequentou uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.
Narrado da perspectiva de Auggie e também de seus familiares e amigos, com momentos comoventes e outros descontraídos, Extraordinário consegue captar o impacto que um menino pode causar na vida e no comportamento de todos, família, amigos e comunidade - um impacto forte, comovente e, sem dúvida nenhuma, extraordinariamente positivo, que vai tocar todo tipo de leitor.”


Trouxe esse livro pra minha cidade pra ler durante as férias, já falei que enrolo muito na leitura porque não gosto de acabar um livro muito rápido, gosto de aproveitar cada parte, mas quando comecei a me envolver na história eu não conseguia mais parar, li esse livro muito rápido, e estou encantada. 

A história é triste, é um tapa na cara da sociedade, mas é engraçada, divertida e apaixonante. August se acha um menino comum, exceto por ter tido a “sorte” de ser premiado geneticamente com uma deformidade facial; na história, ele não conta bem como se parece, achei legal, pois podemos viajar na sua aparência. Os pais de August são super protetores; por ter passado por diversas cirurgias durante sua infância, ele estudou em casa com sua mãe, e assim, teve pouco contato com muitas crianças. Auggie tinha amigos, mas um dos seus melhores amigos havia mudado para outra cidade, e agora ele ia entrar pela escola pela primeira vez, sozinho, o que pode ser muito assustador. 

Sempre existem pessoas boas, mas também, existem muitas pessoas ruins. August é encarado por onde passa, e apesar de afirmar que isso não o incomoda tanto, em um ambiente onde ele é o centro das atenções e comentários, com certeza a situação é chata. Auggie não tem que lidar apenas com as novidades de uma escola, mas como lidar com as pessoas ruins, separar as amizades e aturar todo tipo de situação, é difícil, e o livro passa cada emoção e sentimento de forma tão clara que eu consegui sentir em mim. 

August é um menino bem divertido, e assim como nos momentos tristes, consegui rir com todas suas piadas e empolgar em cada novidade. A escrita do livro é realmente boa, R. J. Palacio consegue sem muitos detalhes descrever todos os pontos. R. J. Palacio acerta também quando enche o livro com várias referências: Star Wars, O Hobbit, e até frase do Justin Bieber! 

O livro é dividido em oito partes, cada uma sendo narrada por um personagem – August; Via, a irmã; Summer, a amiga; Jack, o amigo; Justin, o namorado de Via; August; Miranda, amiga de Via; e August – e formado por curtos capítulos com várias histórias. Essa formação deixou o livro ainda mais interessante, ver a situação por perspectiva de personagens variados e entender melhor cada acontecimento.

August é um menino extraordinário. Extraordinário é um livro extraordinário. Todo mundo deve ler esse livro um dia.
 
Livro no skoob: Extraordinário
Nota:


10 comentários:

  1. Hey Claris, estou louco para ler esse livro, está no topo da minha wishlist, a aca resenha que leio, maior meu interesse. Hey, estou passando para te fazer um convite, pois está rolando uma super pesquisa de opinião sobre o retrocesso da internet, sua opinião é muito bem-vinda!

    Abraços,
    Revolução Nerd
    http://www.revolucaonerd.com/

    ResponderExcluir
  2. Estou com muita vontade de ler esse livro! Espero achar extraordinário também!
    Só fiquei triste por não ter conseguido comprar com a capa antiga, mas tudo bem kkkk

    Beijo :*
    www.tainahrodrigues.com
    fantasiandocomoslivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também queria muito com a capa antiga, mas não achei. Ganhei esse e agora é um dos meu queridinhos na estante <3

      Excluir
  3. Amo amo demais esse livro!
    Ele é exatamente o que disse na sua resenha: " August é um menino extraordinário. Extraordinário é um livro extraordinário. Todo mundo deve ler esse livro um dia."

    Beijos,
    www.miragemreal.com

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Muita vontade de ler esse livro! Ando tão atrasada na leitura que nem tô conseguindo acompanhar :/
    Adorei a sua resenha.

    Abraços,
    Marinah | Blog Marinah Gattuso
    Não deixe de acompanhar a nossa FanPage
    Conheça a loja O Céu de Laura

    ResponderExcluir
  5. Oi Claris, confesso que apesar de ter achado a sinopse interessante não senti vontade de ler o livro, mas gostei bastante da resenha e quem sabe nao mude de ideia ;)

    Pah - Lendo e Escrevendo

    ResponderExcluir
  6. Eu sou apaixonada por esse livro. O Auggie me ensinou muita coisa, e concordo com você: todos deveriam ler Extraordinário. Fiquei encantada como a autora conseguiu nos passar todos os lados da situação, porque peguei o livro pra ler achando que só o Auggie narraria. Foi uma grata surpresa.

    Beijos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oiee ^^
    Esse é um dos melhores livros que eu já li em toda a minha vida! é tão lindo, perfeito ♥ confesso que tinha preconceito com a capa dele, então demorei séculos para ler...rsrs'
    MilkMilks
    DM
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi, flor! Eu anunciei o mesmo que você em minha resenha... Que Extraordinário deveria ser lido por todos! É o tipo de literatura que desperta o melhor nas pessoas e faz pensar quão afortunados nós somos e como muitas vezes, sem nem saber, provocamos a dor do outro.
    Adorei sua resenha! Uma ótima resenha para um ótimo livro.
    Beijos!

    www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir