29 maio 2014

Resenha: Refúgio



Refúgio
Harlan Coben
Editora: Arqueiro
Tradução: Fabiano Morais

“Apresentado ao público pela primeira vez no suspense Alta tensão, Mickey Bolitar se vê obrigado a ir morar com seu tio Myron, um ex-agente do FBI, após testemunhar a morte do pai e internar a própria mãe numa clínica de reabilitação. Agora o rapaz precisa se esforçar para conviver com o tio, de quem nunca gostou muito, e ainda se adaptar ao novo colégio.
Para sua sorte, ele logo arruma uma namorada, a doce Ashley, que também é nova na escola. Quando sua vida parece estar entrando nos eixos, o destino lhe reserva uma surpresa: Ashley desaparece misteriosamente.
Determinado a não perder mais uma pessoa importante em sua vida, Mickey contará com a ajuda de seus novos amigos, os excêntricos Ema e Colherada, para seguir o rastro da namorada.
Para piorar, uma idosa reclusa da vizinhança lhe conta que seu pai ainda está vivo, sem dar maiores explicações. Quando esses dois mistérios se cruzam, Mickey descobre que está envolvido numa rede de intrigas que o levará a questionar a vida que acreditava ter.
Perspicaz e esperto como o tio Myron, Mickey está disposto a fazer tudo o que for preciso para salvar as pessoas que ama.”



O livro é contado sobre o ponto de vista de Mickey, um adolescente esportista, esperto e charmoso que passa por uma tragédia, onde seu pai morre em um acidente e sua mãe comovida com a perda, entra para o mundo das drogas e agora está internada em uma clínica de reabilitação. 

Mickey vai morar com seu tio Myron, com quem não tem um bom relacionamento, e agora é novato em uma escola bem fora dos seus padrões e tenta viver uma vida normal, bem diferente de antes, onde cresceu viajando pelo mundo com os pais fazendo trabalhos e ajudando as pessoas. 

A história começa quando Mickey passa pela casa de dona Morcega, uma idosa que mora em uma velha casa na vizinhança e é vítima de comentários e contos maldosos para assustar crianças. A velha em um momento de susto fala para Mickey que seu pai está vivo, e depois disso o garoto já intrigado começa a investigar a respeito.

No meio dessa história, sua nova namorada Ashley desaparece da escola, e com a ajuda de seus dois novos amigos, o garoto vai à procura da namorada e acaba descobrindo que a história de dona Morcega e o desaparecimento de Ashley pode estar relacionado. 

Esse foi o primeiro livro de Harlan Coben que leio, sempre li ótimos comentários e sempre tive muita curiosidade a respeito de sua escrita. O autor consegue montar um mistério no meio de muita aventura em uma ótima história e com ótimos diálogos, cria personagens marcantes, cheio de personalidade. 

A história é contada por um adolescente, e o autor consegue passar esse ar para o leitor, as conversas são cheias de sarcasmo e com situações interessantes, mas acho que errou na idade dos personagens para essa história. Mickey é jovem demais para muita coisa que acontece, a maioria das vezes fica parecendo forçada, ele é capaz de fazer e tomar decisões como uma pessoa mais velha, fora que tudo dá muito certo para ele e sua turma, sempre que tem alguma peça faltando, um amigo tem a resposta em baixo da manga... querendo o não isso deixa a história meio boba, forçada e tira um pouco da credibilidade. 

O livro é muito bom, tem uma moral muito importante, mas essas pequenas situações incomodam, mas recomendo a leitura, pretendo ler outras obras do autor com certeza.

Livro no skoob: Refúgio
Nota: 

25 maio 2014

Últimos filmes vistos - #04



Final de semestre adiantado por causa da copa e aquela correria básica para terminar todos os trabalhos a tempo e estudar todo o conteúdo, mas para aliviar o stress, nada melhor que parar um pouco, sair dessa rotina por algumas horinhas e ver um bom filme, né? 

Hoje trago mais uma vez uma coluna que adoro, de filmes que assisti e indico dando minha opinião:

Divergente

“Baseado no romance homônimo de Veronica Roth. Na futurística Chicago, quando a adolescente Beatrice completa 16 anos, ela tem que escolher entre as diferentes facções que a cidade está dividida. Elas são cinco, e cada uma representa um valor diferente, como honestidade, generosidade, coragem e outros. Beatrice surpreende a todos e até a si mesma quando decide pela facção dos destemidos, escolhendo uma diferente da família, e tendo que abandonar o lar. Ao entrar para os Destemidos, ela torna-se Tris e vai enfrentar uma jornada para afastar seus medos e descobrir quem é de verdade. Além disso, Tris conhece Quatro, um rapaz mais experiente na facção que ela, e que consegue intrigá-la e encantá-la ao mesmo tempo.”

Assisti o filme no cinema sem ter lido o livro, normalmente gosto de ver o filme primeiro, porque se vejo depois da leitura eu acabo odiando a adaptação; mas esse eu já não gostei do filme de todo jeito, mal explicado e muito longo, parecia que estava à dias dentro da sala de cinema, não estava suportando mais. Quero ler o livro e depois voltar a ver o filme, com certeza verei com outros olhos, muitas pessoas estão elogiando muito, então realmente deve ser bom, mas para mim que não entendia muito sobre o assunto, muita coisa ficou no ar e mal explicada, deu para entender sobre o que a história trata, mas ficou meio idiota, principalmente a parte da tatuagem dela... um filme bobo e cansativo. 


Os Croods

“Depois que a caverna da família Crood é destruída, o clã se vê obrigado a partir em busca de uma nova casa. Liderados por Grug, só não imaginavam que sair das cavernas ia render a maior aventura de suas vidas.”

O filme não é excelente, mas é divertido, uma animação para passar o tempo. Eu sou fã das animações, mas achei o design dos personagens fraco, feio, exceto pelos animais, que são lindos! Acho que esperei muito de um filme infantil que não tinha muito a mostrar além da moral. Recomendo para passar o tempo, sem grandes expectativas.


E Se o Amor Acontece...

“Renomado Escritor volta à sua terra natal para preparar o discurso de formatura de sua antiga escola, ao chegar lá percebe que tem que lidar com antigos sentimentos e enfrentar novas situações.”

Sabe quando escolhem um grande elenco para um roteiro fraco? Pois é, justamente isso que acontece nesse filme. Sempre tive vontade de assistir pela Hilary Duff, finalmente achei o filme no Netflix e resolvi passar o tempo, pois é, é justamente um filme pra passar o tempo, é legal, mas é fraco e cansativo. Destaque para Winona Ryder, e stay cool!


Vida de Adulto

“Logo após terminar seus estudos na faculdade, Amy tem certeza que conseguirá investir em uma carreira de escritora, tornando-se uma grande poetisa. No entanto, com a falta de oportunidades, ela acaba trabalhando em uma livraria especializada em conteúdo erótico.”

Sempre tive vontade de ver esse filme e ontem passando por algum blog tinha a resenha dele, aproveitei para ver durante a madrugada e AMEI! Muita gente criticou o roteiro, as atuações, mas pra mim o filme funcionou muito bem. Ah, os artistas! Artistas, mente criativa, loucuras, gosto disso, os personagens tem disso, e ainda tem uma moral maravilhosa, um tapa na cara da nossa protagonista. Achei o filme sensacional! Destaque mais que apaixonante para Emma Roberts e Evan Peters!


Hotel da Morte

“Dois funcionários de um hotel, que está às vésperas de fechar, se deparam com fenômenos paranormais assustadores. Tudo leva a crer que uma história de amor que acabou em morte, em um dos quartos do lugar, seja a causa disso tudo. Mas o perigo vai além dos sustos que os últimos funcionários e poucos hóspedes do hotel levam, ao avistar o vulto de uma certa mulher, mal sabem eles que também correm risco de morte, se insistirem em continuar por lá.”

Muito tempo que não via um filme de suspense, segui a produção desse filme em 2011 por causa da Sara Paxton mas nunca tinha encontrado o filme no Brasil, assisti essa tarde e curti. Não é a melhor obra de suspense do mundo, tem as partes clichês (que pra mim são essenciais), tem aquele terror cretino e uma história interessante. Ti West constrói um filme em partes, dividido por capítulos, primeiro nos apresenta os personagens, depois à história e depois aos acontecimentos, isso funcionou muito bem.

E ai, já assistiu algum desses filmes? Quer ver algum?