16 fevereiro 2016

Resenha: Clube da Luta


Clube da Luta
Chuck Palahniuk
Tradução: Cassius Medauar
Editora: LeYa Brasil
Clube da luta narra a história de um jovem funcionário que descobre que sua frustração e ira não podem ser acalmadas com o consumo desenfreado que a mídia oferece. Ele encontra alívio e redenção após horas de luta em pequenos clubes escondidos nos porões de bares da cidade. O clube da luta é idealizado por Tyler Durden, que Acredita ter encontrado uma maneira de viver fora dos limites da sociedade e das regras sem sentido. Mas o que está por vir de sua mente pode piorar muito daqui para frente.


Já tinha assistido o filme, mas foi à tanto tempo que já nem lembrava bem como era retratado, até então, me lembrava apenas de considerar um filme forte e genial. Comprei o livro em uma promoção, alguns dos meus amigos já mandaram iniciar a leitura assim que chegou, e assim fiz, é viciante. 

"A primeira regra do Clube da Luta é que você não fala sobre o Clube da Luta"

Chuck Palahniuk escreve de uma forma simples, mas direta, sobre diversos assuntos, criando uma narrativa inteligente e intrigante. Considerado um clássico moderno, o livro tem como narrador um homem conformado com a vida, que vive sua rotina como um trabalhador robô em seu emprego entediante, e consumidor nas horas vagas. Ele sofria de insônia e participava de diversos grupos de apoio, pois, ver o sofrimento de outras pessoas o fazia chorar, e só assim conseguia dormir. Nesses grupos de apoio ele conheceu Marla, e como ela também frequentava os grupos sem estar com alguma doença, isso o atrapalhava. Eles tiveram uma grande conexão.

Tudo muda quando o apartamento do narrador (vamos continuar chamando ele assim, ok?) explode, e ele acaba ficando sem lugar para morar. Perdendo praticamente tudo que ele considerava de valor em sua vida inútil, ele resolve ir atrás de um cara que conheceu, Tyler Durden, um homem cheio de pensamentos, que vive a vida como ninguém e zomba a sociedade. Tyler aceita que o narrador vá morar em sua casa, mas com uma condição, que ele desse um soco bem forte nele, o soco mais forte que ele conseguisse dar, e assim começou o Clube da Luta.

O Clube da Luta não é só sobre adrenalina, não é só sobre liberar instintos agressivos. A luta não é contra o adversário, é contra o sistema, é contra a cultura que te faz viver na rotina, e é muito mais do que isso.  

"Se você continuar seguindo as regras que as pessoas ditam para você, você é apenas mais um macaco espacial"

Parece ser um livro confuso, daqueles com muitas informações para render a história, onde os personagens sofrem com conflitos que deixa o leitor atordoado com a leitura, mas não é. É simples, é fácil, é interessante, a forma que o autor intercala os acontecimentos, o como ele retrata cada aspecto importante, e como consegue passar o sentimento, a confusão, para o leitor, sem confundir, é genial, te prende, e faz entender a mensagem que ele quer passar. 

Esse é um grande livro, uma grande história, com grandes personagens, onde tudo pra mim funcionou de uma maneira surpreendentemente bem. Gostei, gostei muito, e indico a todos!

O filme, que foi lançado em 1999 e conta com um elenco de peso com Brad Pitt, Edward Norton e Helena Bonham Carter, conseguiu trazer bem a essência do livro na construção do roteiro, conseguiu capturar muitos detalhes na tela e me surpreendeu ter assistido novamente logo que terminei a leitura. Claro que existem modificações, mas ambos me agradam. 


Livro no skoob: Clube da Luta
Nota: 

 

8 comentários:

  1. Oie,
    nossa jurava que conhecia este livro com outra capa rsrsrs
    a história parece ser bem legal.
    Vou add na minha lista de desejados :D

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  2. Gostei da resenha Claris. Só ouço ótimos comentários a respeito deste livro. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Claris,
    Eu tenho muita vontade de ler esse livro, mas fico com um pé atrás justamente pq já assisti ao filme e acho que o livro pode ter perdido a graça.
    Mas bom saber que o livro nao te decepcionou.
    Abraço,
    Alê
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Tenho a intenção de ler O Clube da Luta nesse ano ainda. A premissa é muito boa e o autor parece ter trabalhado-a de maneira incrível. Além disso, me agrada demais o Clube ir além de lutas e adrenalina, mas ser uma lutra contra o sistema.
    Ótima resenha.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de reinauguração. Serão quatro vencedores!

    ResponderExcluir
  5. Olá, Claris! Tudo bem?
    Tenho bastante interesse em lê esta obra. Todos que conferem a escrita e história do autor, falam super bem. Parece o tipo de leitura que traz à tona bastante crítica social e isso é muito bom!

    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Vi o filme na faculdade,mas quero muito ler o livro. Realmente, todas as resenhas que leio falam dessa forma leve e viciante que a narrativa do autor possui. Ótima resenha!
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  7. Oi, Claris!

    Já assisti ao filme várias vezes e, depois de ter presenteado uma amiga com o livro, fiquei com vontade de lê-lo também.
    Fico contente em saber que o livro é excelente e não te decepcionou. Aliás, todos que o leem, adoram.

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir