23 janeiro 2017

Resenha: Serraria Baixo-Astral


Como a primeira temporada da série da Netflix sobre Desventuras em Série aborda os quatro primeiros livros, achei que seria interessante postar a resenha do quarto livro antes de comentar sobre aqui no blog.

Serraria Baixo-Astral
Lemony Snicket
Editora: Companhia das Letras
Tradução: Carlos Sussekind

"Na opinião de Lemony Snicket, de todos os volumes que contam a vida infeliz dos órfãos Baudelaire, Serraria baixo-astral talvez seja o mais triste até agora. Alto-Astral é o nome da serraria que serve de cenário para as novas calamidades que Klaus, Violet e Sunny serão obrigados a viver. Trata-se de uma ironia do destino, pois ali, no meio daquelas árvores derrubadas, daquelas enormes toras de madeira, o que as três crianças vão encontrar é mais uma coleção de coisas horripilantes, tais como uma gigantesca pinça mecânica, bifes do tipo sola de sapato, uma hipnotizadora e um homem com uma nuvem de fumaça no lugar da cabeça. A vida dos Baudelaire é mesmo muito diferente da vida da maioria das pessoas, a diferença principal estando no grau de infelicidade, horror e desespero...
Diante desse quadro, algum leitor desavisado pode desconfiar: 'Como é que alguém vai se divertir com um livro desses, se as personagens não param de sofrer?!'. A pergunta faz sentido, mas é justamente aí que descobrimos um dos melhores segredos de Lemony Snicket, pseudônimo do americano Daniel Handler. Ele leva o exagero às raias do absurdo, faz o realismo perder feio para o mais deslavado faz-de-conta e o resultado não poderia ser outro: um jogo literário incessantemente bem-humorado." 

Esse é o quarto livro da série, e está resenha 
pode conter spoilers dos primeiros livros!

Leia a resenha dos livros Mau Começo, Sala dos Répteis e O Lago das Sanguessugas.


O quarto livro começa com Violet, Klaus e Sunny viajando de trem para sua nova morada, Paltryville, uma cidade sombria e perdida no meio do nada. Os órfãos são recebidos por Phil, um homem muito otimista, assim que chegam na Serraria Alto-Astral, um lugar onde o chão é de terra, com um alto cercado de madeira e placa feita de restos de chicletes.

Lá os irmãos Baudelaire conhecem o novo tutor, o Senhor, um homem misterioso com um nome complicado de pronunciar. Ele está sempre fumando um charuto, e sempre com fumaça cobrindo o seu rosto. O Senhor faz com que as crianças trabalhem na serraria em troca da proteção contra o malvado conde Olaf.

As condições do lugar são péssimas, as crianças dividiam um quarto sem janelas, com apenas um desenho da mesma feito a caneta na parede, com outros trabalhadores, e dormiam em beliches desconfortáveis. Nas refeições eles recebiam chiclete para o almoço e bifes do tipo sola de sapato para o jantar.

Em meio a essas tristes situações, as crianças conhecem Charles, o simpático sócio do Senhor. Ele tenta ajudar as crianças, mas suas inseguranças e dúvidas acabam atrapalhando. Charles foi o responsável por apresentar a biblioteca da serraria às crianças, mas que infelizmente possuía apenas três livros: A história da Serraria Alto-Astral (doado por Senhor), A Constituição de Paltryville (doado pelo prefeito), e Ciência ocular avançada (doado pela dra. Orwell).

Durante um dia de serviço na serraria, o terrível capataz Flacutono, um dos comparsas do conde Olaf disfarçado, causa um acidente quebrando os óculos de Klaus. Então Klaus vai até o consultório da dra. Orwell, e quando volta, Violet e Sunny percebem que ele está agindo de forma diferente. 

Em busca de respostas, os três vão até o consultório da dra. Orwell e encontram conde Olaf disfarçado de Shirley, a recepcionista. Ao voltar para a serraria, Klaus entra novamente em transe. Violet e Sunny vão até a biblioteca pesquisar o que está acontecendo, e acabam descobrindo sobre hipnose. 

Eu achei esse livro o mais pesado entre os quatro primeiros, mas a forma lúdica e cômica que o autor escreve deixa confortável tudo que acontece ao longo da história, até mesmo os exageros, que são bem comuns na narrativa. 

Lemony Snicket é o investigador que narra a história dos irmãos Baudelaire, ele consegue passar para o leitor de forma divertida todos os acontecimentos infelizes da história. Frequentemente, ao longo dessa aventura, o mesmo explica diversos significados de palavras ou analogias que o leitor pode não conhecer, já que se trata de uma série de livros direcionada ao público infantil.

É uma leitura curta e rápida, um ótimo livro para passar o tempo que recomendo a todos.


A série Desventuras em Série produzida pela Netflix foi lançado no dia 13 de janeiro de 2017, e combina a história dos três primeiros livros: Mau Começo, A Sala dos Répteis, O Lago das Sanguessugas e Serraria Baixo-Astral.


Livro no Skoob: Serraria Baixo-Astral
Nota: 


13 comentários:

  1. Ainda nem comecei nada, nem livro nem série... Aí venho aqui e me pergunto: Por quê??

    Quero ler e assistir logo!!

    Bjksss

    ResponderExcluir
  2. Oi, Claris. Eu não canso de dizer o quanto amo essa série e sinto muitas saudades de ler os comentários do Lemony. Li a série duas vezes há muito tempo e estou amando enfim ver uma adaptação na netflix. Espero que você goste dos outros livros!
    Beijo, Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  3. Oi Claris! Acho que o fato da leitura ser fluida e rápida é muito banca numa série mais longa! E os personagens parecem ótimo! Espero ler em breve! Quem sabe conseguir comprar o box!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Oi! Estou na dúvida se leio os livros e vejo a série. Sua resenha ficou ótima, me deixou super curiosa. Bjos ♥️
    Click Literário 

    ResponderExcluir
  5. Oi Claris!
    Eu to quase terminando a primeira temporada da série na Netflix, por sorte na época que li os livros eu li até o 4 livro só que não lembrava muito.

    Estou para ler toda a série em breve.

    Bjs!
    www.auniversitaria.com

    ResponderExcluir
  6. Oi, Claris!
    Bom, eu não li nenhum dos livros, então não tenho muito o que opinar hahhahah
    Beijos
    Balaio de Babados
    Promoção Quatro Anos de Minhas Escrituras

    ResponderExcluir
  7. Olá, Claris.
    Parece ser uma leitura bem leve; apesar das muitas desventuras, aparenta, porém, ser divertido.
    Daria uma chance.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de janeiro. Serão dois vencedores, dividindo 4 livros.

    ResponderExcluir
  8. Oie Claris =)

    Não li os livros ainda, mas confesso que embora eles sejam super elogiados eu tenho uma leve "preguiça" de começar a ler uma série quando ela é muito longa.

    Já o seriado vi três episódios de verdade não sei se gosto ou não =/

    Tem algo que me incomoda no modo com a história se desenvolve, mas não sei o que ainda rs...

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  9. Bom dia, como vai?
    Gostei bastante da resenha, realmente ainda nao conhecia, mas me interessei bastante.
    beijos!
    www.garrotadelicada.com.br

    ResponderExcluir
  10. Pobre órfãos! Acho que a casa onde eles mais se adaptaram foi a do cientista mesmo. A série do netflixnão me instigou muito a curiosidade, mas está sendo ótimo descobrir um pouco do que acontece com eles pelas resenhas dos volumes dos livros!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Claris, tudo bem?
    Gostei bastante da resenha! O narrador-personagem parece o aspecto mais bacana dessa série. Comecei a ver no Netflix, mas ainda não prendeu muito minha atenção, mas vou assistir aos outros pra formar uma opinião.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  12. Oii, adorei sua resenhas mas nunca fui animada pra ler Desventuras em Série. E quando olho o valor do box, então, desanimo muito mais hahahah

    Beijos,
    Natália.

    www.doprefacioaoepilogo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Olá,
    Essa série é sensacional, quero comprar tem tempos mas nunca encontrei uma promoção que coubesse em meu bolso.
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir